recordar e’ viver

  

Foi em setembro que te conheci Trazias nos olhos a luz de Maio, Nas mãos o calor de Agosto e um sorriso Um sorriso tão grande que não cabia no tempo Ouve, vamos ver o mar… Foste o 30 de fevereiro de um ano por inventar Falamos, falamos coisas tão loucas e acabamos, em silêncio, Por unir as nossas bocas e eu aprendi a amar Sim eu sei que tudo são recordações Sim eu sei é triste viver de ilusões Mas tu foste a mais linda história de amor Que um dia me aconteceu e recordar é viver Só tu e eu Foi em Novembro que partistes Levavas nos olhos as chuvas de Março E nas mãos o mês frio de Janeiro Lembro-me que me dissestes que o meu corpo tremia E eu que queria ser forte, respondi que tinha frio Falei-te do vento norte Não me digas adeus, quem sabe talvez um dia… Como eu tremia meu Deus! Amei como nunca amei Fui louco? Não sei, talvez! Mas por pouco, muito pouco, Eu voltaria a ser louco; amar-te-ia outra vez Sim eu sei que tudo são recordações Sim eu sei é triste viver de ilusões Mas tu foste a mais linda historia de amor Que um dia me aconteceu e recordar é viver Só tu e eu (3x)

Anúncios

TO INDO!!

VOU APROVEITAR ESTA FASE HORRIVEL  PELA QUAL ESTOU PASSANDO, PRA FAXINAR A CASA, A VIDA E A ALMA!!!
por mais incrivel que possa parecer, vou tirar proveito de um momento ruim!!!
talvez a casa não fique mais organizada…..(e’ pequena)
talvez a vida não fique mais facil…(sou dura feito casca de anjico)
talvez a alma não fique mais leve…(tenho muitas obrigações)
MAS, TENHO CERTEZA QUE VAI VALER  A MINHA DETERMINAÇÃO!!!!
volto depois…ou…não volto mais!!!!
beijosss

infinito

INFINITO

Na sonda do peito,
Refrega, tortura,
Sem medo,
Respeito,
Feroz na loucura.
Fervilha de inquiétude ,
Desespero?
Talvez…
Olhar sobre a plenitude,
E a incógnita:
“ outra vez!”
Vagueio aos sete ventos,
Do Sul até ao Norte,
Mil vidas,
Mil momentos,
Numa fronteira de morte.
Secaram os ruivos vermelhos,
Dessa boca sibila sem par,
Partir suave de espelhos ,
Que cortam…
sem magoar!
Partem assim negras águas,
Que esfumam e evaporam,
Com elas?
As minhas mágoas,
Que vão…
Mas não demoram!
Quebra-se o gelo incendiário,
Bate na boca o coração,
E eu aqui,
Solitário,
Procurando uma razão?
Aguardo o amanhã,
Por ele espero,
Suplico.
Lutarei,
Mas sei que é vã,
Lutar contra o infinito…

Alverca, A²
14-03-99
Beija-Flor

Ler mais:

A MASCARA-(helena guimarães

 

Quem de nós tem a coragem

de aceitar a sua imagem,

aquela imagem sem graça,

sem rasgos, imagem baça

que o espelho teima em reflectir?

 

 

Quem de nós tem a ousadia,

no viver do dia a dia,

de retirar a mordaça

gritando ao vento que passa

o seu interno sentir?

 

 

Quem deixa cair a máscara?

Fantasia construída

de cada um para si.

Máscara de Rei, de Profeta,

de intelectual, de poeta,

de homem muito importante

que não esquece a cada instante

o gesto, o sorrir conveniente,

a vénia subserviente,

que nunca o desmascara.

 

 

Quem deixa cair a máscara?

LIBERDADE- REFLEXÕES

Não creio, no sentido filosófico do termo, na liberdade do homem. Todos agem não apenas sob um constrangimento exterior mas também de acordo com uma necessidade interior.

Albert Einstein

Liberdade significa responsabilidade. É por isso que tanta gente tem medo dela.

 

A verdadeira liberdade é um ato puramente interior, como a verdadeira solidão: devemos aprender a sentir-nos livres até num cárcere, e a estar sozinhos até no meio da multidão.

Se a liberdade significa alguma coisa, será sobretudo o direito de dizer às outras pessoas o que elas não querem ouvir.

 

A liberdade é um dos dons mais preciosos que o céu deu aos homens. Nada a iguala, nem os tesouros que a terra encerra no seu seio, nem os que o mar guarda nos seus abismos. Pela liberdade, tanto quanto pela honra, pode e deve aventurar-se a nossa vida.

 

Aqueles que abrem mão da liberdade essencial por um pouco de segurança temporária não merecem nem liberdade nem segurança.

 

Povos livres, lembrai-vos desta máxima: A liberdade pode ser conquistada, mas nunca recuperada.

 

Tudo está fluindo. O homem está em permanente reconstrução; por isto é livre: liberdade é o direito de transformar-se.

 

Liberdade é o direito de fazer tudo o que a lei permite.

 

A liberdade custa muito caro e temos ou de nos resignarmos a viver sem ela ou de nos decidirmos a pagar o seu preço.

 

Amo a liberdade, por isso deixo as coisas que amo livres. Se elas voltarem é porque as conquistei. Se não voltarem é porque nunca as possuí.

Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda.

 

Só conheço uma liberdade, e essa é a liberdade do pensamento.

 

Que nada nos defina. Que nada nos sujeite. Que a liberdade seja a nossa própria substância.

 

 

A liberdade é defendida com discursos e atacada com metralhadoras.

 

A liberdade não tem preço, a mera possibilidade de obtê-la já vale a pena.

Isaac Asimov